BAHIA LEGAL COM CHAPADA DIAMANTINA / BOM JESUS DA LAPA

Postado dia 15/03/2019
Próximas Viagens

BAHIA LEGAL COM CHAPADA DIAMANTINA / BOM JESUS DA LAPA

BAHIA LEGAL UM ROTEIRO QUE VOCÊ SÓ VÊ AQUI

DE 04 A 15/09/2019

1º DIA: Apresentação para embarque às 15 horas para MONTES CLAROS – MG.

2º DIA: Chegada e acomodação no hotel. Após breve descanso sairemos para o passeio pela cidade. Pois a região norte do estado de Minas Gerais e muito bonita e interessante, a vegetação predominante é o cerrado e o clima é tropical. O Armazém da Central do Brasil com data do início do século é o último remanescente das primeiras construções que sediaram a Estrada de Ferro Central do Brasil. A Casa do Artesão funciona em um amplo espaço com salas de aula, vários galpões usados para oficinas e fornos para a queima de argila e um pátio gramado muito bonito. Igreja Nossa Senhora da Rosa Mística no seu interior, o altar possui peças de bronze de grande valor artístico, da artista plástica Yonne Di Allerigi, conhecida internacionalmente. Mercado Municipal, local de visita obrigatória. É um verdadeiro shopping dos produtos regionais e do artesanato. Além do pequi ali se pode encontrar em qualquer época do ano, o óleo de pequi e o licor, o principal produto da cidade, a carne de sol, o requeijão e rapadura batida, o queijo frescal, doces caseiros, a farinha de mandioca, o polvilho, e diversos produtos artesanais típicos da região. Os restaurantes servem pratos à base de carne de sol e mandioca, arroz com pequi, feijão tropeiro e feijoada, tornando o mercado, sem dúvida, um convite para saborear a melhor comida típica local. PRAÇA DA MATRIZ da no centro da cidade é o marco da história em conjunto com vários casarões e sobrados ainda preservados, é o principal referencial histórico do surgimento da cidade. Em seu retorno preserva monumentos arquitetônicos do período colonial.

3º DIA: Partiremos pela manhã para BOM JESUS DA LAPA – BA, viajando pelo norte mineiro até alcançarmos o estado da Bahia na região nordeste, aqui você encontrar lugares e paisagens de tirar o fôlego. Chegada ao entardecer e acomodação no hotel. A noite é muito divertida, pois a praça e seu entorno é fechada dando espaço aos bares e restaurantes que colocam mesas nas ruas, você come e bebe ao ar livre com musica ao vivo.    

4º DIA: Exclusivo para Bom Jesus da Lapa que fica as margens do Rio São Francisco, é uma cidade que atrai peregrino de todas as partes do planeta, pois além da crença e da fé é muito bonita a igreja é dentro de uma gruta de pedra. O comércio local é fantástico durante o dia com uma feira de artesanato onde encontramos de tudo desde artigos religiosos até produtos alimentícios diversos.

5º DIA: Vamos agora para CHAPADA DIAMANTINA, este local qualquer brasileiro deve conhecer antes de pensar em sair do Brasil, ali é um misto de história com uma geografia fantástica. Vamo-nos hospedar na Cidade de Lençóis A porta de entrada da Chapada.  Diversos passeios pela região partem daqui. Os turistas que fazem passeios durante o dia se concentram à noite nos estabelecimentos das ruas da Baderna, das Pedras e na Praça Horácio Matos onde encontram comida, bebida, musica boa e um comércio abastado com produtos diversos da chapada.

6º DIA: VEJAM NA CHAPADA: Morro do Pai Inácio o principal cartão postal da Chapada Diamantina. Para subir até o cume bastam 20 minutos de caminhada, 300 metros fim da tarde, para curtir o pôr do sol. Gruta da Pratinha, caminhando por uma pequena trilha ou de tirolesa, que termina no rio de água azul clara que brota de dentro da Pratinha. Com auxílio de snorkel, é possível ver peixes e formações rochosas curiosas no túnel inundado.  Cachoeira dos Mosquitos. É preciso caminhar 15 minutos desde o estacionamento para chegar à Cachoeira dos Mosquitos. Ela fica próxima à Serra das Paridas, onde há três sítios arqueológicos com pinturas rupestres

 7º DIA: Continuamos com os passeios de Lençóis: Gruta Lapa Doce. Um paredão de 72 metros de altura esconde a boca da gruta. Para entrar é preciso fazer uma escalada íngreme, mas os espeleotemas que sugerem formações curiosas valem a pena. Cachoeira Poço do Diabo.  Há rapel e tirolesa para brincar no poço. A trilha para a cachoeira dura apenas 15 minutos. Ela começa ao lado de uma lanchonete na beira da estrada e não há placas.

8º DIA: Saída após o café da manhã agora para RIO DE CONTAS, o destaque para este município baiano é a história e o clima tropical de altitude, no alto de uma pequena serra o clima é mais fresco. HISTÓRIA: Rio de Contas traz em suas páginas à verdadeira história do Brasil. A cidade foi iniciada por negros no final do século XVII. Há quem diga que em 1640 já havia ali negros fugidos da escravidão. Eles foram para o lugarejo e amocambaram por um tempo. IGREJA MATRIZ DO SANTISSIMO SACRAMANETO é o melhor exemplar de arquitetura religiosa que se conserva em todo o sertão baiano. Foi construída no século XVIII, e não foi concluída. Sua construção foi feita em alvenaria de pedra. A Cachoeira do Fraga é a mais próxima do Centro de Rio de Contas, por isto é a mais visitada. Ela é a preferida para se refrescar nas águas frias. No local existe um bar que atende os visitantes com alguns petiscos e bebidas variadas.

9º DIA: Passeio das Comunidades é um tour cultural bem interessante. No entorno de Rio de Contas vivem de forma isolada, três comunidades. Duas de negros, descendentes de africanos, e uma de brancos, descendentes de portugueses. Brancos e negros não se misturam, mas todos vivem harmoniosamente. A Comunidade do Bananal e Comunidade da Barra são de descendência quilombola, trabalham agricultura e artesanato, especialmente o artesanato em crivo rústico. Nestas comunidades só habitam negros de origem africana. Eles vieram do sul da África – Costa da Mina, Angola e Costa de Marfim, se assentaram ali na época e permanecem até hoje. São áreas protegidas pela Fundação Palmares. Nada pode se vender, tudo é passado de pai para filho. O Mirante Bitencourt fica no alto é o ponto mais alto da comunidade, onde há muitas plantações de café. A paisagem é muito bela, com uma vista panorâmica da cidade de Rio de Contas, e das montanhas que circundam a região.

10º DIA: Partida pela manhã para TEÓFILO OTONI – MG acredito que você vai gostar deste passeio. Chegada e acomodação no hotel.

11º DIA: Teófilo Otoni é o maior polo brasileiro de GARIMPO E LAPIDAÇÃO DE PEDRAS PRECIOSAS E SEMIPRECIOSAS, na cidade existe uma feira permanente de comercialização dessas pedras, mas também você encontra em diversas lojas do comércio local. Depois de passear pela cidade e fazermos nossas compras nesta tarde sairemos de viagem para Sorocaba.

12º DIA:  Chegada pela manhã e desembarque na rodoviária.

CONDIÇÕES GERAIS:

INCLUI NO PACOTE: 09 noites de hotel com café da manhã, ônibus para o percurso da viagem.

NÃO INCLUI NO PACOTE: refeições, ingressos, entradas, passagens em condução local, serviços de guia local.

DO ROTEIRO: Neste roteiro usaremos conduções apropriadas aos passeios, pois nosso ônibus é somente para a viagem de um destino a outro. Caso os guias e agências locais mudem algum passeio no roteiro é para beneficiar o grupo, pois podem existir trilhas e caminhadas de difícil acesso.

O QUE LEVAR: calçados confortáveis, para caminhar, roupas leves e roupas de banho, protetor solar, repelente contra insetos, óculos escuros chapéus, uma mochilinha pequena e leve apenas para carregar agua e esses outros pertences a que nos referimos.

VALOR POR PESSOA EM APTOS DUPLOS OU TRIPLOS: 10 X R$ 260,00

DATA DA VIAGEM: 04/09/2019 A 15/09/2019.

HOTEIS E POUSADAS: categoria turística.

A EMPRESA RESERVA O DIREITO DE ALTERAR O ROTEIRO SE JULGAR NECESSÁRIO

SUJEITO A ALTERAÇÕES SEM AVISO PRÉVIO.

 

TRANSGERCI TURISMO

RUA CEL NOGUEIRA PADILHA, 532.

SOROCABA – SÃO PAULO

TEL: 15 30330080 / 30330090/Whatsapp 15 981314167

www.transgerci.com.br

FACEBOOK TRANSGERCI TURISMO

E-MAIL transgerciturismo@gmail.com

 

 

 

Imprimir Roteiro

Comentarios

Estamos na R. Coronel Nogueira Padilha n. 532, Vila Hortência
Sorocaba / SP

(15)3033-0090
(15)3033-0080
transgerciturismo@gmail.com